artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Sábado - 1 de Novembro de 2014
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Juliana Flávia Martins
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Marcos Zambrioni
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Matheus Cezar
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Racionais MC`s

Por: João Batista Soares de Carvalho

Racionais MC’s é um grupo formado por quatro jovens - Ice Blue, Edi Rock, DJ Kl Jay e Mano Brown - que iam à Estação São Bento do Metrô para apresentar seus talentos. Mano Brown é Pedro Paulo Soares Pereira, mora na Cohab Adventista na Zona Sul com sua mãe, Ana Soares Pereira, sua esposa, Eliane, e seu filho, Kairê Jorge. Foi um dos vocalistas e compôs a maioria das letras do grupo Racionais MC’s. Edy Rock é Edvaldo Pereira Alves, morador do Jardim Hebrom, na Zona Norte, foi o segundo compositor do grupo e também dividiu os vocais com Mano Brown. Ice Blue é Paulo Eduardo Salvador, morador da Zona Sul, integrou o grupo por intermédio de Mano Brown. Seu nome artístico foi inspirado na música "Nego Blue", de Jorge Benjor. Foi militante disciplinado do Hip-Hop (organizando eventos de RAP, produzindo outros grupos e rappers, além de batalhar pelas causas sociais. Kl Jay é Kleber Geraldo Lelis Simões, da Zona Norte, foi o DJ do grupo, considerado um dos melhores disque jóqueis do Brasil. Apresentou o programa Yo!, da MTV, especializado em música RAP.

Mano Brown e Ice Blue formavam uma dupla, e KL Jay e Edi Rock outra. Foram reunidos pelo produtor Milton Sales e, em 1989, iniciaram a carreira profissional, com duas músicas numa coletânea - “Tempos difíceis” e “Pânico na Zona Sul”, Disco Consciência Black, Vol. I, Gravadora Zâmbia, 1989 - com outros rappers. Desde então, procuraram, em suas canções, narrar as agruras de pobres e negros. Em depoimento dado ao Programa Ensaio da TV Cultura em 28 de janeiro de 2003, o quarteto descreveu como aconteceu esse encontro e a satisfação que sentiram por terem formado os Racionais. Mano Brown explicou que a inspiração para o nome do grupo veio do disco do Tim Maia – Racional.

Denunciaram, com seus RAP`s, o racismo, a violência policial e a gerada pelo capitalismo (fome, miséria, desemprego, etc). Consagraram-se como fenômenos do RAP por venderem milhares de discos e CD’s de forma alternativa, sem aparecerem na grande mídia.

Incontestavelmente, os Racionais MC’s foram os grandes responsáveis pela difusão do RAP no Brasil. Em 1990, o grupo lançou seu primeiro disco – “Holocausto Urbano” – e trabalhou na divulgação de suas músicas em todo o Estado de São Paulo, fazendo, até mesmo, aberturas de shows internacionais e apresentações na FEBEM.

Em 1992, foi contratado pelas Secretarias da Educação e da Cultura do Município de São Paulo para proferir palestras e divulgar suas letras em escolas públicas das periferias da cidade.

Os Racionais MC’s abordaram, entremeadas pelas músicas, questões que afetavam a vida de grande parcela dos jovens socializados na periferia, tais como: racismo, violência policial, miséria, tráfico de drogas e muitos outros temas.

Seus quatro integrantes ampliaram o debate sobre o orgulho étnico e contra o preconceito racial a partir do lançamento do disco “Escolha Seu Caminho”, passando a se engajar mais efetivamente em projetos sociais voltados para os jovens afro-brasileiros pobres.

Dois grandes sucessos musicais foram lançados, em 1993, no terceiro disco do grupo (“Raio X do Brasil”): “Fim de Semana no Parque” e “Homem na Estrada”. Essas duas canções foram bastante tocadas nas rádios especializadas em RAP e black music.

O sucesso das canções dos Racionais MC’s, que haviam vendido cerca de trezentas mil cópias de discos, já era estrondoso. No entanto, eles transformaram-se em fenômeno da música brasileira ao lançarem, em 1997, depois de uma longa pesquisa, o CD “Sobrevivendo no Inferno”. Nesse ano, o grupo já tinha montado sua própria gravadora e resolveu filmar um clipe que foi veiculado na MTV, alavancando as vendas a cerca de um milhão de cópias.

Com as músicas deste CD, os Racionais ganharam inúmeros prêmios, aumentaram enormemente o número de apresentações e o valor dos cachês, além de conquistarem, de forma inédita, simpatizantes de outras classes sociais.

Com o trabalho que culminou no CD “Sobrevivendo no Inferno”, os Racionais MC’s recrudesceram o discurso crítico nas letras e a força das batidas nas músicas, a fim de aprofundar ainda mais a dissecação que promoveram do viver nas periferias e nos cárceres. Em 2001, já consagrados, lançaram um álbum duplo – “Nada Como Um Dia Após o Outro Dia” – que foi divulgado em todo Brasil e em várias cidades de outros países.

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato